Campo Grande, 14 de agosto de 2020

Blog do Manoel Afonso

Opinião e atitude no Mato Grosso do Sul

Campo Grande

Campo Grande • 20 set, 2018

Reinaldo entregou mais de mais de 26 mil casas


Apesar do corte do governo federal para os recursos para a construção de moradias, o Governo do Estado já assegurou de janeiro de 2015 a agosto de 2018, 26.211unidades habitacionais. Deste total, 843 lotes urbanizados. São 6.775 unidades habitacionais e lotes urbanizados em execução.

Os lotes foram classificados pelo governador como uma iniciativa “inteligente e criativa que une forças do Estado, das prefeituras e da população”.

O programa atende famílias com renda de até R$ 4,6 mil. A prefeitura doa o terreno com infraestrutura básica (água, energia, arruamento e iluminação pública). O Estado constrói a fundação, instalações hidráulicas e sanitárias, contrapiso e primeira fiada em alvenaria e a família beneficiada entra com a mão de obra e a compra do material restante.

“Vantagem principal: quando a casa está pronta não há saldo de 20 anos de prestação para pagar”, assinalou o governador, recomendando as prefeituras e a aderirem ao programa”.

A parceria com as prefeituras e câmaras municipais acontece de forma clara na realização de obras de recapeamento de vias estruturantes nas cidades, serviço que diminui custos de manutenção da malha viária e permite às prefeituras realizarem maiores investimentos nos bairros, sem contar que gera mais segurança e fluidez no tráfego. Até 2016 era impossível os parlamentares concretizarem emendas para recape de vias.

Outra estratégia de governo é a construção de pontes de concreto, uma vez que as estruturas de madeira não suportam o volume de trânsito de caminhões e geram alto custo de manutenção. O Estado tem 110 pontes programadas: 65 prontas, 4 em execução, 18 em execução de projeto e 23 em licitação, totalizando investimento se R$ 104 milhões.




Deixe seu comentário