Campo Grande, 24 de outubro de 2018

Blog do Manoel Afonso

Opinião e atitude no Mato Grosso do Sul

Política

Política • 09 out, 2018

Bolsonaro já tem nomes para ministérios


Com a promessa de reduzir de 29 para quinze o número de ministérios, Jair Bolsonaro já tem nomes para a ocupação das pastas.

Paulo Guedes, como se sabe desde a pré-campanha é o homem da Fazenda. O deputado do DEM, Onyx Lorenzoni, seu atual coordenador de campanha, está cotado para Casa Civil. Stravos Xanthopoylos, ex-diretor da área de cursos on-line da Fundação Getulio Vargas, depois de duas horas de conversa com o presidenciável em agosto, se tornou seu conselheiro da área de Educação e é apontado como futuro ministro da pasta, que deve abraçar também Cultura e Esportes.

Para a Saúde, o amigo de longa data Henrique Prata, presidente do Hospital do Câncer de Barretos, ou Nelson Teich, empresário e oncologista. Outro amigo antigo é o ruralista Nabhan Garcia, presidente da UDR, que deve assumir a Agricultura.

O general da reserva Osvaldo Ferreira aparece como preferido para Transportes.

Outro general da reserva, Augusto Heleno, já foi anunciado como ministro da Defesa.
Marcos Pontes, o astronauta brasileiro, receberá convite para pasta Ciência e Tecnologia.

Ministério da Justiça tem dois nomes fortes sinalizados: Gustavo Bebiano, presidente interino do PSL e comandante jurídico da campanha, mas que tem dito por aí que não quer o cargo; e Antonio Pitombo, advogado de Bolsonaro em ações que o deputado responde no STF.

Foto Sergio Lima – Poder 360




Deixe seu comentário