Campo Grande, 03 de agosto de 2020

Blog do Manoel Afonso

Opinião e atitude no Mato Grosso do Sul

Política

Política • 13 jul, 2020

Governo MS garante R$ 188 milhões à Agricultura Familiar


Campo Grande (MS) –  Mato Grosso do Sul tem R$ 188 milhões em crédito do Plano Safra 2020/2021 destinado à Agricultura Familiar. Para garantir que o recurso chegará até aqueles que precisam, Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar) e Agraer (Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural) estão trabalhando ativamente.

Do total destinado à Agricultura Familiar do Mato Grosso do Sul pelo Mapa (Ministério de Agricultura, Pecuária e Abastecimento), R$ 123 milhões poderão ser utilizados para custeio e R$ 65 milhões podem ser contratados para investimentos. O montante foi liberado em 1° de julho e a taxa de juros varia entre 2,75% e 4% ao ano.

Plano voltado para a Agricultura Familiar está baseado em três pilares, assistência técnica, crédito e comercialização, explicou Verruck

O secretário Jaime Verruck, titular da Semagro, afirma que os dados do Plano Safra 2020/2021 mostram que Governo Federal e Estadual estão alinhados em relação a política de incentivo à Agricultura Familiar. “Neste ano o Plano voltado para a Agricultura Familiar está baseado em três pilares, assistência técnica, crédito e comercialização. Não é uma inovação, mas é o que também defendemos na política estadual de desenvolvimento do setor. E faremos um trabalho forte por meio da Agraer para conseguir alocar esses recursos”.

Nos últimos dois meses foi realizada uma força-tarefa entre a equipe técnica que atende aos agricultores familiares para aplicar R$ 30 milhões restantes do Plano Safra 2019/2020, via Pronaf (Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar). O empenho deu resultados positivos e entre maio e junho foram contratados R$ 29 milhões do recurso disponível.

De acordo com o Banco do Brasil no Plano Safra 2019/2020 foram contratados R$ 185 milhões pelos agricultores familiares do Estado, sendo R$ 102 milhões para custeio e R$ 83 milhões para investimentos. “O trabalho da Agraer é fundamental para fazer o meio de campo entre o produtor e o campo. Sem a equipe técnica seria praticamente impossível destinar todo o recurso”, afirma Eduardo Campos, gerente de mercado de agronegócio em Mato Grosso do Sul.

Pronaf para todo o Estado

Pecuária de base familiar também tem reforço

Na força-tarefa realizada entre maio e junho foram aprovados projetos para 60 municípios, com destaque para o município de Naviraí que em dois meses pleiteou cerca de R$ 3,925 milhões em projetos. Coxim, na região norte, teve R$ 1,606 milhões pleiteados entre maio e junho.

Fernando Nascimento, Diretor Executivo da Agraer, conta que em relação a custeio foram elaborados projetos para mandioca, soja, milho, tomate e bovinos. Já para investimento, os projetos contemplaram a aquisição de máquinas agrícolas, estufas e matrizes bovinas.

Diretor- presidente da Agraer, André Borges detalha que com a pandemia os técnicos da Agraer estão trabalhando em regime de plantão, com escalas e agendamento. “Nossa equipe recebe a documentação dos agricultores, digitaliza e envia para as instituições financeiras de cada município por e-mail. A aplicação dos recursos reflete na produtividade e na produção final. Garantimos a assistência técnica da Agraer buscando obter o máximo rendimento para todos”.

Assessoria Semagro




Deixe seu comentário