Campo Grande, 20/06/2024 20:24

Blog do Manoel Afonso

Opinião e atitude no Mato Grosso do Sul

Campo Grande

Campo Grande, Política • 18 mar, 2018

Pesquisa Ranking divulga os novos índices para a Câmara Federal


Edson Moraes
Diário da Mídia / Ranking Pesquisa
Se os oito deputados federais de Mato Grosso do Sul estivessem hoje na briga por mais um mandato, cinco ficariam entre os mais votados: Fábio Trad (PSD), Carlos Marun (MDB), Elizeu Dionízio (PSDB), Zeca do PT e Tereza Cristina. Estariam fora os deputados Geraldo Resende (MDB), Dagoberto Nogueira (PDT), Luiz Henrique Mandetta (DEM) e Vander Loubet (PT), cujas vagas seriam ocupadas por Rose Modesto (PSDB), Beto Pereira (PSDB) e Alcides Bernal (PP). Fábio ocupa a vaga de Marun, que se licenciou para tornar-se ministro-chefe da secretaria de Governo da Presidência.

Este é o resultado obtido pela Ranking Comunicação e Pesquisa, que entrevistou 1.200 eleitores nos 79 municípios de Mato Grosso do Sul de 11 a 15 deste mês. Com intervalo de confiança de 95% e margem de erro em 2,83, está registrada no TRE (Tribunal Regional Eleitoral) com o número 09695/2018 e no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) com o número 03086/2018.

A vice-governadora tucana Rose Modesto, com 1,83%, está à frente dos demais pré-candidatos à Câmara dos Deputados. Ela é seguida por Fábio (1,66%), Beto (1,66%), Marun e Dionísio (1,58% cada), Bernal, Zeca e Tereza (1,50% cada). Logo atrás estão Resende, Marçal Filho e Antonio Cruz (1,41%); Mutrilo Zauith, Dagoberto e Luiz Henrique Mandetta (1,33%); André Salineiro (PSDB), Eduardo Rocha (MDB) e Ricardo Ayache (PSB) dividem a mesma posição com 1,25% cada um.

Abaixo de um ponto percentual estão Antonio Biffi, George Takimoto, Manoel Vitório e Vinícius Siqueira, com 0,91%. Carla Stephanini, Vander Loubet e Victor Eugênio vêm a seguir, com 0,75%; Loester de
Oliveira, Luiz Ovando, Esacheu Nascimento e Renê Venâncio tem 0,66%.

Os principais recortes de novidade na pesquisa são a manutenção da liderança pela tucana Rose Modesto, a presença do ex-prefeito Alcides Bernal entre os oito mais votados e ainda o desempenho de um grupo intermediário que mescla nomes novos e experientes bem pontuados, entre os quais Salineiro, Rocha, Ayache, Biffi, Takimoto, Vitório e Siqueira. Se Zeca do PT disputar o Senado, vai abrir espaço para a ascensão do nono colocado, que é o deputado Geraldo Resende, em princípio pré-candidato à reeleição.

Veja a lista completa levantada pelo Instituto Ranking;




Deixe seu comentário