Campo Grande, 27/05/2024 12:49

Blog do Manoel Afonso

Opinião e atitude no Mato Grosso do Sul

Cidades

Cidades • 22 fev, 2018

Governo do Estado destina R$ 800 mil para Aquidauana e Anastácio


Chefe do Executivo estadual, Reinaldo Azambuja, sobrevoou de helicóptero as áreas afetadas nas duas cidades

Mayara Bueno e Guilherme Henri, enviado especial a Aquidauana – Campo Grande News

O governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB), anunciou o repasse de R$ 800 mil para Aquidauana e Anastácio, municípios distantes 135 km de Campo Grande. Ambas cidades enfrentam enchente após o nível do rio Aquidauana subir quase 12 metros e deixar pelo menos 120 pessoas desabrigadas.

Na última terça-feira, Aquidauana registrou o maior volume de chuva do País. O rio transbordou e invadiu as duas cidades.

Antes de anunciar a verba, o chefe do Executivo estadual sobrevoou de helicóptero as regiões mais afetadas. Afirmou que, o que mais lhe chamou a atenção, foi a rapidez com que as ruas ficaram alagadas.

Nesta manhã, no entanto, o nível do rio já abaixou pelo menos três metros e as pontes que ligam Anastácio e Aquidauana tiveram o acesso liberado.

Do total anunciado, R$ 500 mil vão para Aquidauana e R$ 300 mil para Anastácio. Reinaldo reforçou que o dinheiro será repassado exclusivamente para atendimento às famílias.

O governador afirmou, ainda, que será feito um levantamento sobre os estragos na infraestrutura, no que se refere às estradas, pontes e ruas prejudicadas. Posteriormente, outro montante será repassado para o reparo dos problemas.

“O foco agora do governo do Estado é o atendimento e total apoio a estes desabrigados. No segundo momento, será feito todo o levantamento em relação à infraestrutura”.

Outra ação por parte do governo é o reconhecimento de situação de emergência pelo Estado, para que o mesmo acontença a nível federal. Esta é uma maneira de conseguir verbas também do governo federal.

Agora, Azambuja está reunido com os prefeitos de Aquidauana, Anastácio, Bela Vista, Bonito, Dois Irmãos do Buriti, Jardim, Miranda, Nioaque e Porto Murtinho. Entre eles, será discutido o repasse para estas cidades, que também sofrem com problemas causados pelo período de chuva.

O recurso, oriundo do Fundo Emergencial de Saúde, totaliza R$ 4 milhões. É esta quantia que será dividida entre os nove municípios




Deixe seu comentário