Campo Grande, 19/06/2024 19:02

Blog do Manoel Afonso

Opinião e atitude no Mato Grosso do Sul

Meio ambiente

Meio ambiente • 29 set, 2023

Riedel e Marina assinam portaria instituindo o GT Pantanal de MS


Foi instituída uma legislação moderna e com foco na preservação do meio ambiente, aliado ao desenvolvimento econômico e social na região

Governador Eduardo Riedel (PSDB) e a Ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, discutem soluções preservacionistas para o Pantanal (Foto: Guilherme Pimentel)

Mais um passo para a criação de uma legislação moderna e com foco na preservação do meio ambiente, aliado ao desenvolvimento econômico e social na região pantaneira, foi dado na quinta-feira (28). O governador Eduardo Riedel (PSDB) assinou junto à ministra Marina Silva (Meio Ambiente e Mudança do Clima) a portaria que institui o GT Pantanal Sul-mato-grossense.

A cerimônia foi realizada nesta tarde em Brasília (DF), na sede do Ministério, e consolidou a criação do Grupo de Trabalho para proteção, conversação e uso sustentável do Pantanal Sul-mato-grossense. Assim, a discussão em torno do bioma será feito de forma conjunta.

“Um dos biomas mais relevantes e únicos do mundo é o Pantanal, e temos orgulho disso. Nosso objetivo é justamente estabelecer diretrizes para que possamos formar um arcabouço legal regulamentando o que pode e não pode no Pantanal. Vamos fazer isso em conjunto, respeitando toda essa questão ambiental, que envolve os pilares da biodiversidade, água e o balanço de carbono que estamos levando muito a sério em Mato Grosso do Sul”, explica Riedel.

Já a ministra Marina Silva elogia a postura de Riedel, que defende a importância de se aliar os debates sobre preservação e desenvolvimento. “O meio ambiente só se torna uma política transversal e não mais setorial quando o líder maior assume o comando. Parabéns”.

Marina destaca que com tal posição é possível que todos os setores necessários a se envolver na questão caminhem em conjunto com a ideia ambiental-econômica, fazendo assim com que seja possível o desenvolvimento de práticas e ações nesse âmbito.

“O Pantanal é formado por pessoas que são os responsáveis até aqui pela manutenção de mais de 80% do bioma. Temos que pensar nessas pessoas também, e esse é o eixo social”, frisa o governador ao destacar que a discussão sobre o Pantanal vai se pautar nos tripés ambiental, social e econômico, encontrando soluções que contemplem todas as áreas.

A busca pelos mecanismos corretos de preservação e garantia da economia pantaneira obriga que o ente público tenha preocupação com todos os eixos para que não haja desequilíbrio na balançade fatores analisados, comenta o governador durante entrevista coletiva.

“Temos que usar a inovação e cada vez mais a criatividade criativos para garantir perante o nosso desenvolvimento a preservação do nosso bioma”, frisa Riedel ao final do encontro para assinatura da portaria conjunta no Ministério do Meio Ambiente e Mudança do Clima.

Secretário de Meio Ambiente e Desenvolvimento, Jaime Verruck esteve na assinatura ao lado do presidente do Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul), André Borges. Além deles, a ministra Simone Tebet (Planejamento e Orçamento) e a chefe da PGE (Procuradoria-Geral do Estado), Ana Ali Garcia, também compareceram ao ato.

“Na prática, essa portaria estabelece uma relação onde poderemos com estados e municípios trabalhar juntos. Agora há visão integrada de desenvolvimento e meio ambiente, que é o que precisamos para o Brasil: proteger os nossos biomas e proteger as bases naturais do nosso desenvolvimento nesse momento de grave crise social e profunda crise ambiental com o problema da mudança do clima”, conclui a ministra Marina Silva.




Deixe seu comentário