Campo Grande, 21/05/2024 13:45

Blog do Manoel Afonso

Opinião e atitude no Mato Grosso do Sul

Política

Política • 26 abr, 2024

Atuação de Zé Teixeira viabiliza iluminação de LED em municípios


A iluminação pública implantada com planejamento ajuda a reduzir o risco de acidentes e crimes nos municípios. Para ampliar a segurança das rodovias de Mato Grosso do Sul, o Governo do Estado anunciou o investimento de R$ 9,4 milhões em iluminação do tipo LED em diversas rotatórias. O deputado Zé Teixeira (PSDB) havia solicitado a infraestrutura para os municípios de Dourados, Inocência, Fátima do Sul, Caarapó, Novo Horizonte do Sul, Deodápolis e Jateí.

As lâmpadas de LED garantem eficiência energética, reduzindo o consumo de energia e os gastos públicos. A iluminação traz urbanidade, estimula o comércio local, favorece a cidadania permitindo que todos os cidadãos possam circular à noite, principalmente em pontos turísticos e áreas de lazer”, justifica o deputado. No total, a Superintendência de Energia e Saneamento (SPES) promoverá a instalação de 994 postes e 1.185 luminárias em 49 rotatórias.

Zé Teixeira intercedeu junto ao Governo do Estado para garantir 86 postes e 92 luminárias em quatro pontos de Dourados; 29 postes e 34 luminárias em dois locais de Fátima do Sul; 32 postes e 34 luminárias em Inocência; 20 postes e 26 luminárias em Caarapó; 23 postes e 26 luminárias em Novo Horizonte do Sul; 14 postes e 17 luminárias em Deodápolis; além de 27 postes e 28 luminárias em Jateí. A Seilog estima que esses investimentos com lâmpadas do tipo LED solar devem gerar economia de mais de meio milhão de reais por ano aos cofres públicos.

Eficiência – Com esse investimento, o Estado avança no uso de energia limpa e renovável. As luminárias possuem vida útil de até 50 mil horas e duração de até três dias em tempos nublados, acendem automaticamente ao escurecer e apagam ao amanhecer, proporcionando segurança e economia. “Esse é um grande investimento para trazer segurança e conforto para as pessoas que trafegam pelas nossas rodovias. A energia fotovoltaica é algo moderno, não gera custos e traz economia ao Estado”, avalia o secretário de Infraestrutura e Logística (Seilog), Helio Peluffo.

Com informações da Comunicação Seilog/Agesul




Deixe seu comentário