Campo Grande, 02/03/2024 05:05

Blog do Manoel Afonso

Opinião e atitude no Mato Grosso do Sul

Política

Política • 19 jan, 2024

Bolsonaro no MS para evento do PL


O ex-presidente da república, Jair Messias Bolsonaro (PL), deve vir a Mato Grosso do Sul nos próximos dias para evento de filiação partidária. A informação foi divulgada pelo presidente estadual da sigla, deputado federal Marcos Pollon, na tarde desta quinta-feira (18).

“Logo, logo, o presidente Bolsonaro e dona Michelle vão estar em Mato Grosso do Sul. Então se preparem para o maior evento de filiação partidária da história do Estado”, disse. No entanto, a data não foi revelada.

A visita é articulada por Pollon e aliados da base Bolsonarista. Contudo, o ex-mandatário não chegou a se manifestar sobre a viagem ao Estado. Em nota, a assessoria nacional do partido confirmou a agenda, e destacou que datas e locais por onde Bolsonaro deve passar em Mato Grosso do Sul serão publicadas em breve.

Conforme noticiado pela equipe de reportagem no dia 11 de novembro de 2023, o partido havia anunciado que Bolsonaro viria em março deste ano, mas sem data definida. A reunião do diretório de MS aconteceria após organização da legenda no Estado, com foco nas Eleições de 2024.

Nome para Campo Grande

O PL deve lançar candidato para a Prefeitura de Campo Grande nas Eleições de 2024. A decisão foi anunciada em novembro de 2023 pelo deputado federal Marcos Pollon, ao lado de Bolsonaro.

“O PL junto com o presidente Bolsonaro, terá candidato em Campo Grande e nós estamos construindo isso aí em conjunto e fortalecimento da direita”, disse Pollon. Ao lado do presidente estadual do PL em MS, Bolsonaro confirmou que haverá candidato do PL na disputa pelo Executivo da Capital.

“Só tem uma cidade que vai ter segundo turno, que poderá ter aqui em Campo Grande, a ideia é termos um candidato nosso para reforçar a bancada de vereadores”, afirmou.

Além disso, Bolsonaro comentou que o partido analisa candidatos para o interior do Estado. “Os demais [municípios] seria bom nós lançarmos candidato competitivo, caso seja possível, a gente vai compor, um vice, para a gente poder crescer no Estado e levar o PL para todas as regiões”, explicou.

Bolsonaro destacou que o PL “é o único partido no momento que demonstra realmente ser oposição ao que está aí”, se referindo ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).




Deixe seu comentário