Campo Grande, 19/06/2024 18:39

Blog do Manoel Afonso

Opinião e atitude no Mato Grosso do Sul

Política

Política • 13 dez, 2023

Construção das casas de famílias do Mandela foi iniciada pela prefeitura


O pontapé inicial foi dado nas áreas do José Tavares e Jardim Talismã, já devidamente preparadas para iniciar as obras

Reconstrução de casas na Favela do Mandela (Foto: Divulgação )

A Prefeitura de Campo Grande deu início nesta segunda-feira (11) a fase de construção das primeiras unidades habitacionais destinadas às famílias atingidas pelo incêndio na comunidade Mandela. O pontapé inicial foi dado nas áreas do José Tavares e Jardim Talismã, que foram devidamente preparadas para receberem o início imediato dos trabalhos.

“Demos início aos trabalhos nas áreas para proporcionar moradias digna às famílias. Em breve o sonho da casa própria será realizado e garantido a todas essas pessoas”, reforça a prefeita Adriane Lopes.

Os locais selecionados passaram por um cuidadoso processo de análise, incluindo demarcação dos lotes, abertura de arruamento, instalação de rede de água e energia, proporcionando assim condições adequadas para o reassentamento das famílias afetadas. A escolha dessas localidades foi resultado de um estudo minucioso, visando identificar áreas públicas judicialmente prontas e desafetadas, levando em consideração o acesso à estrutura pública, como escolas, Cras e postos de saúde.

No último sábado (9), a Emha (Agência Municipal de Habitação e Assuntos Fundiários) realizou um sorteio para a alocação dos lotes destinados às 187 famílias que atualmente residem na comunidade Mandela. A partir de quinta-feira (14), as primeiras famílias começarão a ser reassentadas na nova área. A previsão é de que, em um prazo de até 12 meses, todas as unidades estejam concluídas, proporcionando condições dignas de moradia e a oportunidade de recomeço para as famílias.

A Prefeitura reiterou seu compromisso com a preservação da infraestrutura já presente nas quatro áreas designadas para o reassentamento e estará acompanhando de perto cada etapa do processo, garantindo que as novas moradias atendam aos padrões necessários. Este é um passo significativo na habitação de interesse social de Campo Grande, refletindo o comprometimento da administração em assegurar um reassentamento eficiente e digno para todas as famílias afetadas pelo incêndio na comunidade Mandela.




Deixe seu comentário