Campo Grande, 23/06/2024 04:10

Blog do Manoel Afonso

Opinião e atitude no Mato Grosso do Sul

Política

Política • 01 abr, 2024

Edital inédito vai destinar R$ 6 mi para pesquisas sobre mudanças climáticas em MS


 

A Fundect (Fundação de Apoio ao Desenvolvimento do Ensino, Ciência e Tecnologia do Estado de Mato Grosso do Sul), vinculada à Semadesc (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação), publicou nesta segunda-feira (01) edital pioneiro no país, voltado para o enfrentamento das mudanças climáticas. Serão disponibilizados R$ 6 milhões para o desenvolvimento de tecnologias, produtos, processos, serviços, políticas públicas e outros ativos que contribuam para mitigar os impactos das transformações nos padrões de temperatura e clima.

O edital será lançado oficialmente logo mais, às 9h, na abertura  do Fórum Estadual de Mudanças Climáticas de Mato Grosso do Sul, organizado pela Semadesc, com a presença do governador Eduardo Riedel, do titular da Semadesc, Jaime Verruk, do diretor-presidente da Fundect, Márcio de Araújo Pereira e demais autoridades. O fórum acontece nos dias 1 e 2 de abril, no Auditório do Sebrae, em Campo Grande.

Para o diretor-presidente da Fundect, Márcio Pereira, as mudanças climáticas representam uma das maiores preocupações da atualidade, com efeitos importantes em ecossistemas, sociedades e economias ao redor do mundo. O edital de Mudanças Climáticas representa o compromisso do Estado em enfrentar essas situações, buscando soluções concretas e inovadoras.

“A ciência pode nos ajudar a mitigar os impactos causados pelo aumento da frequência e intensidade de eventos climáticos extremos, principalmente na biodiversidade, na segurança alimentar e hídrica e nas desigualdades sociais e econômicas. Nosso Estado hoje se propõe a ser verde, sustentável e inclusivo, por isso a Fundect idealizou esse edital que vai ao encontro desses objetivos, fazendo o enfrentamento ao aquecimento global. Tenho certeza que será um diferencial nacional o trabalho realizado aqui”, explica Pereira.

Ainda segundo Pereira, o edital está alinhado com os programas finalísticos do Plano Plurianual (PPA) do Governo do Estado de Mato Grosso do Sul 2024-2027, assim como aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU.

Segundo o diretor-científico da Fundect, Nalvo Franco, investir em pesquisas científicas e tecnológicas é fundamental para identificar as causas e consequências das mudanças climáticas. “O edital de Mudanças Climáticas busca justamente impulsionar soluções inovadoras e criativas que possam reduzir emissões de gases do efeito estufa, promover práticas sustentáveis e adaptativas, e identificar vulnerabilidades para enfrentar os desafios climáticos”, completa.

Edital – Com um montante de R$ 6 milhões disponibilizados pelo Governo do Estado, via Fundect, a expectativa é beneficiar entre 40 e 45 projetos, com valores máximos por proposta variando de R$ 200 mil a R$ 400 mil. Os temas de pesquisa abrangem desenvolvimento urbano, indústria verde, transição energética, meio ambiente e biodiversidade regional. Os interessados podem submeter suas propostas no edital pelo SIGFundect até 13 de maio de 2024.

Mais informações sobre o edital podem ser obtidas no link https://www.fundect.ms.gov.br/mudancas-climaticas-2024/




Deixe seu comentário