Campo Grande, 23/06/2024 04:46

Blog do Manoel Afonso

Opinião e atitude no Mato Grosso do Sul

Política

Política • 12 dez, 2023

Gerson enfatiza compromisso da ALEMS com projetos importantes à população


 

O deputado e presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul (ALEMS), Gerson Claro (PP), reiterou o compromisso que a Casa de Leis tem na votação de projetos que trazem benefícios ao cidadão sul-mato-grossense. Durante a Ordem do Dia desta terça-feira (12), entre os projetos aprovados pelos parlamentares estavam a Lei Orçamentária Anual (LOA) e o Projeto Plurianual (PPA).

O presidente da ALEMS falou sobre os debates do que realmente importa e traz resultados positivos ao Estado. “A Assembleia Legislativa demonstra o compromisso em debater aquilo que importa e que dá resultado à Mato Grosso do Sul, e com esses debates levar à população, para que o Poder Executivo e os outros Poderes possam fazer o trabalho e levar à população àquilo que a população precisa que é condições para melhorar suas condições de vida”, declarou Gerson Claro

“Seja melhorias em desenvolvimento econômicos, social, prestação de serviços, saúde, educação, nós aprovamos aí um orçamento de mais R$ 25 bi, definindo ali todas as despesas com os Poderes com o pessoal, por secretaria, fazendo avaliação da receita e da despesa para que o Estado possa continuar produzindo superávit para ter investimento, para gerar oportunidade para as pessoas”, definiu.

Sobre as diretrizes do PPA, Gerson Claro explica: “Nosso Estado é um inclusivo, um estado digital, um estado em franco desenvolvimento, esse debate foi feito em mais de 219 emendas, se eu não tiver enganado, e com 182 aprovadas, a gente produziu uma legislação tanto no PPA, quanto na LOA, que vai fazer o Estado mais eficiente”, ressaltou.

“Os deputados tem se debruçado sobre legislações que tratam da legislação ambiental, não só no que está previsto no PPA, mas nós debatemos, por exemplo, as leis ligadas ao Pantanal, a lei de mananciais, e outras leis que igualmente tratam sobre o meio ambiente, um debate mundial. O Pantanal é maior planície alagável do mundo, é nosso, e ocupa 2/3 do nosso território, e a gente criando um ambiente de preservação, temos outras ideias sobre o Pantanal que é a questão da preservação da onça, a possibilidade de remunerar o controle de pessoas que tem acesso ao local, melhorando a pesca, o Turismo, junto aos organismos de preservação e do desenvolvimento. Mesmo com diferença de ideias, o debate busca um consenso na melhor legislação possível para haver o desenvolvimento e meio ambiente sustentável”, reiterou.

Gerson Claro também comentou sobre outra matéria aprovada hoje, sobre o cognome de Estado do Pantanal ao Estado de Mato Grosso do Sul. “Eu sou entusiasta desta ideia. Acho que nós temos que nos apropriar do nome Pantanal. É um tema mundial e podemos com isso captar recursos e trazermos investimentos, e fazer com que o Mato Grosso do Sul com o nosso Pantanal nosso de muita água para o mundo todo. Recebi uma visita hoje de um cônsul italiano que está interessado no Pantanal por conta desse debate que temos feito”, concluiu o presidente da ALEMS.




Deixe seu comentário