Campo Grande, 15/05/2021

Blog do Manoel Afonso

Opinião e atitude no Mato Grosso do Sul

Política

Política • 22 abr, 2021

Luta pela vacinação de motoristas de aplicativo e motoentregadores chega ao Ministério da Saúde, diz Beto Avelar


O vereador Beto Avelar (PSD) afirmou nesta semana que a luta pela inclusão dos motoristas de aplicativo e motoentregadores no grupo prioritário de vacinação contra a covid-19 atingiu um patamar nacional com o pedido que será encaminhado pelo senador Nelsinho Trad (PSD/MS) ao Ministério da Saúde na próxima semana.

“Nós fizemos uma série de reuniões com motoristas de aplicativo e grupos de motoentregadores onde ficou evidente a necessidade de inclusão das categorias no grupo prioritário de vacinação. O senador Nelsinho Trad teve atenção especial, está mobilizando o governo federal e na próxima semana vai encaminhar junto ao ministério da Saúde o nosso pedido atendendo às categorias”, explica Beto Avelar.

O vereador agradeceu ao empenho do senador Nelsinho Trad e destacou que outros profissionais podem ser contemplados, pois a solicitação do senador envolve também os motoristas de táxis e condutores de transporte coletivo.

“Graças à sensibilidade e atenção especial do senador Nelsinho Trad, uma luta que começou em Campo Grande alcança o governo federal e pode se tornar uma medida nacional, beneficiando milhões de motoristas de aplicativos, de táxis, motoentregadores e condutores do transporte coletivo. Vamos continuar essa luta até que a inclusão seja realizada e a imunização desses trabalhadores seja efetuada”, destaca Beto Avelar.

Desde o início da pandemia, vários decretos colocaram essas atividades como serviços essenciais para a população como medida para desafogar a superlotação no transporte público. Os motoentregadores também são importantes para atender à demanda das pessoas que desempenham as atividades profissionais em casa. Motoristas de aplicativo e táxi, motoentregadores e condutores de transporte público defendem à vacinação como prioritária pelo amplo público que atendem e como forma de se protegerem do contágio e criar uma barreira de proteção ao não contaminarem outras pessoas do convívio.

Estimativa do IBGE aponta que no Brasil existem seis milhões de motoristas de aplicativos e quatro milhões de moto-entregadores no país. Em Campo Grande são 3.500 moto-entregadores e cerca de 5 mil motoristas de aplicativos.

LEGENDA DA FOTO: Beto Avelar é autor do pedido que o senador Nelsinho Trad vai encaminhar junto ao Ministério da Saúde para beneficiar as categorias profissionais. 

 

Assessoria de Imprensa – Vereador Beto Avelar 

Marcelo Pereira – 3316-1653 




Deixe seu comentário