Campo Grande, 23/06/2024 13:55

Blog do Manoel Afonso

Opinião e atitude no Mato Grosso do Sul

Política

Política • 11 jan, 2024

Paraguai trava orçamento de Itaipu para pressionar Brasil a elevar tarifa


(Da FSP) –

Trabalhadores não recebem férias e não há pagamentos a fornecedores; empresa diz que atua pelo fim do impasse

Empregados, prestadores de serviços e fornecedores da hidrelétrica binacional de Itaipu estão com pagamentos atrasados neste início de janeiro, dos dois lados da fronteira.

A suspensão dos desembolsos foi confirmada à Folha pelo Sinefi (Sindicato dos Eletricitários de Foz do Iguaçu) e executivos ligados à usina que preferem não ter o nome citado.

Não é falta de dinheiro, pois a usina binacional é uma máquina de gerar recursos de dólares. A receita anual supera os US$ 2 bilhões, cerca de R$ 9,7 bilhões pela cotação atual. O que segura a liberação de recursos é um impasse entre diretorias e conselhos de Brasil e Paraguai sobre o preço da energia elétrica para este ano. A tarifa de Itaipu é avaliada anualmente.

Sem uma definição, o Paraguai não deu andamento aos procedimentos que fixariam o orçamento anual de 2024, o que deixou a usina sem condições de fazer qualquer liberação financeira até agora.

O impasse começou na última reunião de 2023, em dezembro. Sem definição, outra reunião foi agendada para a primeira semana de janeiro, mas o Paraguai cancelou na última hora, protelando uma decisão.

“Está tudo parado, não tem orçamento definido e, assim, não liberam dinheiro para nada”, afirma Paulo Henrique Guerra Zuchoski, conhecido como PH, presidente Sinefi. Continue lendo 

Compartil



Deixe seu comentário