Campo Grande, 24/02/2024 05:31

Blog do Manoel Afonso

Opinião e atitude no Mato Grosso do Sul

Política

Política • 06 dez, 2023

Proposição de Zeca, Festa do Toro Candil é declarada patrimônio cultural de MS


O Plenário da Assembleia Legislativa aprovou por unanimidade o Projeto de Decreto Legislativo do deputado estadual Zeca do PT que declara a festa do Toro Candil, de Porto Murtinho, como patrimônio imaterial e cultural de Mato Grosso do Sul. O decreto será publicado no Diário Oficial da Casa de Leis para posteriormente ser incluído no Livro de Registro das Celebrações da Fundação de Cultura do Estado.

Quando apresentou o projeto em outubro, Zeca do PT enalteceu a importância histórica, cultural e social da festividade para a população do Estado. O Toro Candil tem sua origem no Paraguai, sendo incorporado à cultura da fronteira de Mato Grosso do Sul com o país vizinho no município de Porto Murtinho, por conta da forte presença do povo paraguaio na região, o que gerou uma grande miscigenação cultural entre os povos dos dois países.

Durante a votação, Zeca do PT agradeceu à Mesa Diretora e aos colegas parlamentares pela agilidade na aprovação do projeto e pontuou que “a festa do Toro Candil está enraizada na cultura do povo murtinhense, principalmente por compartilharem com os irmãos paraguaios a fé e devoção por Nossa Senhora, especialmente pela santa padroeira do Paraguai, Nossa Senhora de Caacupê, também considerada padroeira da cidade de Porto Murtinho”.

Zeca acrescenta que “o reconhecimento da festa popular do Toro Candil como patrimônio imaterial e cultural do Estado de Mato Grosso do Sul consiste na valorização desta importante celebração cultural do povo murtinhense, que ocorre em sinergia com o povo paraguaio, fortalecendo a identidade e os laços sociais e culturais históricos entre os povos irmãos da fronteira”, finaliza o parlamentar.




Deixe seu comentário