Campo Grande, 29/05/2024 19:57

Blog do Manoel Afonso

Opinião e atitude no Mato Grosso do Sul

Política

Política • 11 abr, 2024

Riedel se reúne com setores produtivos em gabinete itinerante na Expogrande


O governador explicou que a intenção é avançar nas políticas para o setor responsável pela produção de alimentos

O governador em reunião com representantes da Asumas (Foto: Álvaro Rezende)

Na maior feira agropecuária de Mato Grosso do Sul, o governador Eduardo Riedel (PSDB) recebe representantes dos setores produtivos durante toda a manhã desta quinta-feira (11), em um estande montado dentro do Parque Laucídio Coelho.

Eduardo Riedel chegou por volta das 7 horas na 84ª Expogrande e explicou que a intenção é avançar nas políticas para o setor responsável pela produção de alimentos. “Tem uma série de agendas que vamos passar a manhã, até a hora do almoço aqui discutindo com os setores organizados, associações e representações de classe, e que a gente possa continuar avançando naquele ambiente de negócios favorável para os investimentos”, explicou.

Com relação às reuniões desta manhã, o governador explicou que elas fazem parte de uma construção permanente e podem gerar movimentação econômica e oportunidades. “Novos investimentos estão por vir, para serem anunciados. Alguns empresários estarão aqui com a ideia de avançar nessas construções”.

A Expogrande 2024 tem a expectativa de movimentar R$ 150 milhões na economia campo-grandense com hospedagens, restaurantes, transportes, comércios e outros serviços. Entre os setores que serão recebidos no Estande do Governo está a Associação Sul-mato-grossense de Suinocultores. Para o presidente da Asumas, Milton Bigatão, o momento é de grande expansão do setor no Estado.

Ele destacou a importância do certificado de área livre de aftosa sem vacinação e que novas indústrias podem vir para o Estado. “Estamos desenvolvendo um trabalho, com apoio do governo, e a suinocultura está em grande expansão. Hoje nós temos em torno de 118 mil matrizes com um projeto para chegar a 150 mil em dois anos e, com certeza, agora com essa certificação de livre de aftosa sem vacinação vão se abrir muitas portas dentro do Estado. Se hoje nós estamos plena expansão dentro do Estado, pode ter certeza que a partir dessa certificação virão mais agroindústria, mais cooperativas, porque há uma oportunidade muito grande dentro do Estado”.

O vice-governador José Carlos Barbosa (Barbosinha) também participa das reuniões na Expogrande, além dos secretários Jaime Verruck (Semadesc) e Rodrigo Perez (Segov).




Deixe seu comentário