Campo Grande, 31 de outubro de 2020

Blog do Manoel Afonso

Opinião e atitude no Mato Grosso do Sul

Economia

Economia • 12 maio, 2020

Agro: PIB sobe 2,42% no 1º bimestre; safra deve bater recorde no ano


Dados de janeiro e de fevereiro – Resultado de antes da covid-19 – Crescimento de 1,2% em cada mês

Plantação de soja no município de Alto Paraíso, Goiás.Marcelo Camargo/Agência Brasil

O PIB (Produto Interno Bruto) do agronegócio nacional cresceu 2,42% em janeiro e fevereiro —1,2% em cada mês. O levantamento foi divulgado nesta 3ª feira (12.mai.2020) e realizado numa parceria entre o Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada da USP (Universidade de São Paulo) e a CNA (Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil). Eis a íntegra (1 MB).

O resultado engloba tanto o ramo agrícola (+0,66% em fevereiro e +1,33% no bimestre) quanto o pecuário (+2,29% em fevereiro e +4,61% no bimestre). No acumulado dos 2 meses, o aumento foi puxado, principalmente, pelo setores primário (+3,86%) e de agrosserviços (+2,72%). A agroindústria cresceu 1,37% e a área de insumos sofreu queda de 0,7%.

O documento mostra que o resultado “reflete os preços maiores na comparação de janeiro e fevereiro de 2020 frente ao mesmo período de 2019, com destaque para café, soja, milho e arroz”. No entanto, o relatório não compila ou analisa dados depois do início da crise da covid-19, doença desencadeada pelo novo coronavírus.

SAFRA DO ANO DEVE BATER RECORDE

O IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) estima que, mesmo com as perdas econômicas, a safra de grãos deve atingir a marca recorde de 247 milhões de toneladas neste ano, o que deve se refletir nos próximos resultados do PIB do agronegócio.

O número representa 1 aumento de 0,9% em relação à março e de 2,3% se comparado a 2019. As informações constam no LSPA (Levantamento Sistemático da Produção Agrícola) de abril, também divulgado nesta 3ª (12.mai). Eis a íntegra (1 MB).


Texto redigido pela estagiária Melissa Duarte com a supervisão do editor Carlos Lins.

Poder 360




Deixe seu comentário