Campo Grande, 12/04/2024 17:06

Blog do Manoel Afonso

Opinião e atitude no Mato Grosso do Sul

Política

Política • 19 mar, 2024

Na capital 40.931 pessoas em situação eleitoral irregular


No interior de Mato Grosso do Sul 78.946 eleitores estão com pendências com o TSE

De acordo com as estatísticas divulgadas pelo TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral), Mato Grosso do Sul conta com 119.877 eleitores cujos títulos foram cancelados. A data limite para regularizar essa situação perante a Justiça Eleitoral, garantindo o direito de voto nas eleições de 2024, é o dia 8 de maio, o que corresponde a exatos 150 dias antes do pleito.

Os eleitores que tiveram o título cancelado por diversos motivos, dentre os quais destacam a falta de biometria e o cancelamento por não terem votado ou justificado em 3 eleições seguidas, precisam procurar o órgão.

Reportagem do G1 informa que somente em Campo Grande, 40.931 pessoas precisam regularizar a situação com a Justiça Eleitoral, enquanto no interior do estado outros 78.946 eleitores.

Como consultar situação ✅

É possível consultar a situação do título pelo site do TSE, conforme o passo a passo:

Acessar o site: www.tse.jus.br

Clicar no botão “Situação eleitoral”

Digitar o nº do título, CPF ou nome e clicar em “Consultar”

O site vai mostrar a situação e se o eleitor tem ou não biometria cadastrada

Como regularizar título

Caso esteja irregular, o primeiro passo para o eleitor regularizar o título é pagar uma multa de R$ 3,51 por turno em que não votou e não justificou. A guia de recolhimento pode ser emitida online no site do Tribunal, no botão “guia de multa para pagamento”, ou pelo app E-Título.

Após o pagamento, é necessário fazer a revisão dos dados eleitorais, que também pode ser feita online pelo site do TSE, no Autoatendimento Eleitoral.

o site, basta clicar em Título Eleitoral > Regularize seu título eleitoral cancelado e preencher os dados solicitados pelo sistema.

Também é possível fazer a regularização de forma presencial.

Eleições municipais

As eleições deste ano estão marcadas para o dia 6 de outubro. O eventual segundo turno vai ocorrer no dia 27 do mesmo mês, em cidades com mais de 200 mil eleitores.

Ao todo, serão escolhidos prefeitos e vereadores de 5.568 municípios do país. Cerca de 156 milhões de eleitores estão aptos a ir às urnas.

Em eleições municipais, não há voto em trânsito. Ou seja, quem está em uma cidade diferente de seu domicílio eleitoral não pode participar da votação, e terá que justificar a ausência. Esse procedimento pode ser feito pelo e-Título, app da Justiça Eleitoral, pelo site do TSE ou em cartórios eleitorais




Deixe seu comentário